O concurso da mais conhecida revista inglesa da especialidade, chamado de Decanter World Wine Awards, já deverá ser neste momento o maior do mundo, com cerca de 17.200 amostras, avaliadas por mais de 200 jurados. Infelizmente são pouco os jurados portugueses. Os vinhos medalhados a ouro são re-prova­dos novamente para serem escolhidos os melhores, que recebem as medalhas Platinum. Entre estes, existe ainda uma derradeira selecção: os melhores rece­bem a distinção Best in Show, alocados a várias categorias, muitas das quais não aplicáveis (ou quase não são) a Portugal.

Dois vinhos portugueses entraram nesta lista muito restrita (34 vinhos), incluindo aquela que será a mais disputada do con­curso, a de “Melhor tinto de lote”, para vinhos com mais de uma casta. O vinho alentejano Blog 2013, do produtor Tiago Cabaço (95 pontos na prova) foi o ven­cedor. O outro luso – o Cossart Gordon Bual Madeira 1987 (98 pontos) levou a palma para o “Melhor fortificado doce”.Das 175 medalhas Platinum, oito vieram para Portugal. Os vinhos portugueses le­varam ainda 32 medalhas de Ouro (455 vinhos que obtiveram entre 95 e 100 pon­tos), 138 de Prata (3.340 vinho, entre 90 e 94 pontos), 287 de Bronze (7.038, entre 86 e 89 pontos) e Commended (3.651, entre 83 e 85 pontos). Pode consultar os resultados completos no site awards.de­canter.com/DWWA/2017

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here