Especialistas em vinho e saúde estiveram reunidos em Logroño (Espanha), numa reunião que visou fazer um apanhado dos últimos desenvolvimentos da questão do vinho e da saúde. O Wine and Health 2017 Meeting juntou mais de 200 participantes incluindo cientistas, profissionais da saúde, jornalistas e alguns representantes de pro­dutores de vinho.

Resumidamente, as prin­cipais conclusões indicam que um copo de vinhos branco ou tinto podem ajudar a melhorar o nível de açúcar no sangue e a diminuir significativamente o risco de dia­betes tipo 2. Por outro lado, o consumo moderado de vinho faz baixar o risco de demência. Os polifenóis são provavelmen­te responsáveis pelos benefícios do consu­mo de vinho mas os cientistas ainda se in­terrogam como é que as coisas se passam na realidade. É por isso que esta reunião exortou governos e instituições de saúde a promoverem mais e melhores estudos sobre o tema.

Ainda assim, com as evidên­cias que já existem, os cientistas não hesi­taram em recomendar que “os benefícios do consumo moderado de vinho deveriam ser considerados pelos governantes e por quem estabelece as recomendações de alimentação pública. Finalmente, os cien­tistas recomendam ainda que devem ser transferidas para os media e para a socie­dade as correctas recomendações sobre o consumo de vinho numa dieta saudável.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here