Cartuxa

Fundação Eugénio de Almeida, Alentejo, Branco, 2018

17 guarda inclinada 15.00* *PVP médio indicado pelo produtor

Clássico entre os clássicos, este lote de Antão Vaz e Arinto mostra-se desde o primeiro impacto um vinho austero e contido, com notas de ervas secas, citrinos maduros, alperce seco. O corpo cheio confere-lhe grande solidez, a frescura ácida do Arinto garante todo o equilíbrio, é um branco “à antiga”, sem exuberâncias fáceis, sério e gastronómico. A julgar pelo histórico, vai evoluir bem na garrafa.

Região
Alentejo
Tipo
Branco
Ano
2018
Grau
13°
Classificação
17
Data Prova
Novembro 2019
guarda inclinada
Indicação de Consumo
Beber ou Guardar