Marquesa de Alorna

Quinta da Alorna, Do Tejo, Tinto, 2008

17.5 guarda em pé * *PVP médio indicado pelo produtor

Que o Tejo faz vinhos com excelente relação qualidade/preço, já muita gente sabe. Que é também capaz de fazer brancos e tintos de primeira linha, poucos têm a noção disso, e é pena. Uma das casas clássicas da região é a Quinta da Alorna. O topo de gama da casa homenageia D. Leonor de Almeida, quarta Marquesa de Alorna, uma das mulheres mais cultas do seu tempo, que morreu em 1839 e deixou vasta obra. Não se sabe bem porquê, o vinho que leva o seu nome prefere manter em segredo as variedades de uvas que entram na composição. Mas isso não mexe com o que está dentro da garrafa. Quase doze anos depois da vindima, o estilo dos tintos da casa está bem presente, num perfil “novo mundo”, cheio de cor, ainda com fruta madura, excelente textura e equilibrada acidez. Um prazer!

Região
Tejo
Produtor
Quinta da Alorna
Tipo
Tinto
Ano
2008
Classificação
17.5
Provador
Luis Ramos Lopes
Data Prova
Março 2020
Designativo
Reserva
guarda em pé
Indicação de Consumo
Beber