Vinalda distribui vinhos da Herdade do Arrepiado Velho

A Vinalda estabeleceu um acordo com a Herdade do Arrepiado Velho, de Sousel, no Alentejo, para a distribuição exclusiva dos seus vinhos em Portugal e no mundo. Localizada a cerca de 40 km de Portalegre, a propriedade tem uma área de cerca de 100 hectares. A enologia é liderada por Filipe Perdiz e os vinhos […]

A Vinalda estabeleceu um acordo com a Herdade do Arrepiado Velho, de Sousel, no Alentejo, para a distribuição exclusiva dos seus vinhos em Portugal e no mundo.
Localizada a cerca de 40 km de Portalegre, a propriedade tem uma área de cerca de 100 hectares. A enologia é liderada por Filipe Perdiz e os vinhos tintos deste projeto são produzidos a partir das castas Touriga Nacional, Syrah, Petit Verdot e Cabernet Sauvignon. Nos brancos a escolha recai sobre a Antão Vaz, Chardonnay, Riesling, Viognier e Verdelho.
Neste projeto familiar, fundado por Isabel e Manuel Antunes, e agora liderado pela filha, Ana Antunes, quebram-se barreiras e ideias pré-feitas para a apresentação de vinhos únicos, sempre com a qualidade no topo das suas ambições. Sobre a nova parceria, a sua gestora diz que a opção foi feita porque acredita no potencial da Vinalda “e de toda uma equipa extremamente eficaz e profissional”.
“Não podíamos perder a oportunidade de a nossa empresa distribuir as marcas da Herdade do Arrepiado, pois produz vinhos distintos que expressam a versatilidade e frescura do terroir do norte alentejano”, explica, por seu turno, Bruno Amaral, administrador da Vinalda.

Sociedade Vinícola de Palmela reforça portefólio da distribuidora Vinalda

Sociedade Vinícola Palmela Vinalda

A Vinalda celebrou uma parceria com a Sociedade Vinícola de Palmela (SVP), para a distribuição exclusiva das marcas da empresa em Portugal e no mundo. As marcas SVP (Grande Reserva, Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo), Serra Mãe e Terras do Sado passam, assim, a fazer parte da carteira de produtores da Península de Setúbal […]

A Vinalda celebrou uma parceria com a Sociedade Vinícola de Palmela (SVP), para a distribuição exclusiva das marcas da empresa em Portugal e no mundo. As marcas SVP (Grande Reserva, Moscatel de Setúbal e Moscatel Roxo), Serra Mãe e Terras do Sado passam, assim, a fazer parte da carteira de produtores da Península de Setúbal da Vinalda.

Após a recente renovação da imagem da empresa, a SVP — eleita “Empresa de Vinhos Generosos 2022” nos Prémios Grandes Escolhas — apostou também num rebranding das marcas, de forma a reposicionar todo o portefólio num segmento de superior qualidade.

Prestes a celebrar 60 anos, esta parceria é mais um passo na nova estratégia da SVP, iniciada em 2021 com a entrada no capital da empresa de Vasco Guerreiro, empresário há muito ligado ao sector. Além do CEO, a estrutura accionista mantém as famílias do enólogo Filipe Cardoso (Quinta do Piloto) e do agora diretor-geral adjunto, Luís Simões, de outra família histórica de viticultores de Palmela (Horácio Simões). A enologia está a cargo de José Caninhas, com o apoio de Filipe Cardoso.

“Há algum tempo que a Vinalda procurava um produtor com um portefólio que pudesse complementar a nossa carteira na região e a ‘nova’ Sociedade Vinícola de Palmela responde exactamente ao que pretendíamos: uma empresa com uma estratégia ambiciosa, um conjunto de marcas com uma imagem apelativa e, principalmente, vinhos de elevado nível e excelente relação qualidade-preço”, salienta o diretor-geral da distribuidora, José Espírito Santo.

Champagne Nicolas Feuillatte chega a Portugal com a Vinalda

Champagne Nicolas Feuillatte

A distribuidora Vinalda assumiu a representação em Portugal, de forma exclusiva, da marca de Champagne Nicolas Feuillatte, produzida pela Terroirs & Vignerons de Champagne, empresa que defende que “embora o Champagne seja um produto verdadeiramente excepcional, não são só os momentos excepcionais que merecem Champagne”. Segundo a Vinalda, o produtor “está entre os três maiores […]

A distribuidora Vinalda assumiu a representação em Portugal, de forma exclusiva, da marca de Champagne Nicolas Feuillatte, produzida pela Terroirs & Vignerons de Champagne, empresa que defende que “embora o Champagne seja um produto verdadeiramente excepcional, não são só os momentos excepcionais que merecem Champagne”.

Segundo a Vinalda, o produtor “está entre os três maiores operadores de Champagne e funciona num inovador modelo cooperativo, representando 5000 viticultores e 3000 hectares, ou seja, 9% da superfície da Denominação de Origem”.

“Ficamos muito satisfeitos por poder trazer esta marca icónica de Champagne para Portugal. Uma marca com um posicionamento de ‘luxo acessível’ e que tem um modelo económico justo”, afirma José Espírito Santo, director-geral da Vinalda.

No mercado nacional, serão comercializados os Champagne Nicolas Feuillatte Réserve Exclusive Brut; Réserve Exclusive Rosé; Organic Extra Brut e Collection Vintage Brut.

Vinhos Quinta da Lagoalva agora representados pela José Maria da Fonseca Distribuição

José Maria Fonseca Lagoalva

A José Maria da Fonseca Distribuição passou recentemente a representar os vinhos da Quinta da Lagoalva. Esta empresa produtora da região do Tejo vem integrar um portfólio onde já estão nomes como Monte da Ravasqueira, Lima & Smith, José Maria da Fonseca, Henriot (Champagne) ou SELZA (hard seltzer). António Maria Soares Franco, administrador com os […]

A José Maria da Fonseca Distribuição passou recentemente a representar os vinhos da Quinta da Lagoalva. Esta empresa produtora da região do Tejo vem integrar um portfólio onde já estão nomes como Monte da Ravasqueira, Lima & Smith, José Maria da Fonseca, Henriot (Champagne) ou SELZA (hard seltzer).

António Maria Soares Franco, administrador com os pelouros Comercial e Marketing da José Maria da Fonseca, explica sobre esta nova adição à distribuidora: “A entrada dos vinhos da Quinta da Lagoalva no portefólio significa o alargar da nossa oferta a regiões onde ainda não estávamos representados, e o reforçar do espírito da nossa distribuidora com empresas familiares, com visão de longo prazo e que, tendo já uma presença importante no mercado, ainda têm muito potencial de vendas por explorar. Para além de tudo, a Lagoalva pertence aos nossos primos, a família Campilho, com quem temos laços emocionais muito fortes”.

©Quinta da Lagoalva

Já Manuel Campilho, presidente do Conselho de Administração da Quinta da Lagoalva, considera, “temos uma visão e forma de estar no mundo dos vinhos muito semelhante à da família Soares Franco e esperamos, com este novo acordo de distribuição, aumentar as vendas das nossas marcas em território nacional e elevá-las a um novo patamar”.

Localizada na margem sul do Tejo, a cerca de 2 km de Alpiarça e a 11 km de Santarém, a Quinta da Lagoalva, produz vinho, azeite, cortiça, mel, milho, batata ,e dedica-se também à criação do Cavalo Lusitano, através da sua Coudelaria. A história desta quinta remonta ao séc. XII, quando o rei de Portugal entrega estas terras à Ordem de Santiago de Espada, após os seus heróicos feitos na conquista de Santarém. Pertenceu a esta ordem durante seis séculos. Com o 2º Duque de Palmela, a Quinta da Lagoalva de Cima passa a pertencer à família Palmela, até à actualidade. Nos seus 45 hectares de vinha encontram-se castas nacionais e internacionais, como as brancas Sauvignon Blanc, Alvarinho, Arinto, Fernão Pires, Verdelho e Chardonnay; e as tintas Touriga Nacional, Alfrocheiro, Tinta Roriz, Cabernet Sauvignon, Syrah, Tannat e Castelão.

Vinhos Vicentino passam a ser distribuídos pela Portfolio

Vinhos Vicentino Portfolio

A distribuidora Portfolio Vinhos é agora a representante, no mercado português, dos vinhos Vicentino. Esta é uma marca com origem no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, estando os 60 hectares de vinha muito próximos do oceano Atlântico e bastante influenciados por este. Para Diogo Melo e Castro, Director-Geral da Portfolio, “é uma […]

A distribuidora Portfolio Vinhos é agora a representante, no mercado português, dos vinhos Vicentino. Esta é uma marca com origem no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, estando os 60 hectares de vinha muito próximos do oceano Atlântico e bastante influenciados por este.

Vinhos Vicentino Portfolio
Vinha do projecto Vicentino.

Para Diogo Melo e Castro, Director-Geral da Portfolio, “é uma honra e uma enorme motivação para a Portfolio Vinhos poder contar com uma marca tão ímpar como a Vicentino, no seu acervo de marcas”. Já o Director-Geral dos vinhos Vicentino, Filipe Caetano, refere: “A parceria com a Portfolio Vinhos permite-nos encarar com grande optimismo o desígnio de tornar os vinhos Vicentino num baluarte de uma região extraordinária e generosa, que lhes confere uma fortíssima identidade”.

Terras de Mogadouro distribuída pela Vinalda

Terras de Mogadouro Vinalda

A Vinalda acaba de ampliar o seu portefólio com os vinhos Terras de Mogadouro, do produtor Wine Indigenus, de Trás-os-Montes. Com origem na sub-região do Planalto Mirandês, este projecto com 50 hectares de vinha (a 800 metros de altitude) teve Cristiano Pires como pioneiro, incentivado pelo seu pai, Manuel Pires. A enologia está a cargo […]

A Vinalda acaba de ampliar o seu portefólio com os vinhos Terras de Mogadouro, do produtor Wine Indigenus, de Trás-os-Montes.

Com origem na sub-região do Planalto Mirandês, este projecto com 50 hectares de vinha (a 800 metros de altitude) teve Cristiano Pires como pioneiro, incentivado pelo seu pai, Manuel Pires. A enologia está a cargo de Rute Gonçalves, uma lisboeta com raízes familiares em Trás-os-Montes, e de Francisco Gonçalves, enólogo consultor.

“As castas têm demonstrado perfeita adaptação aos 800 metros de altitude, aos solos graníticos com manchas de xisto e ao mesoclima único, típico da sub-região, que tem grandes amplitudes térmicas, com pluviosidade quase nula durante a fase activa do ciclo vegetativo da videira, que inibe o aparecimento de doenças criptogâmicas”, explica o produtor.

Terras de Mogadouro Vinalda
Vinha do projecto Wine Indigenus.

Rute Gonçalves comenta esta nova parceria com a Vinalda: “É um ponto de viragem. É o fio condutor que faltava para estarmos ligados aos atuais e modernos consumidores, que procuram vinhos únicos e diferenciados. Tudo o que temos é a nossa autenticidade engarrafada, e está pronta a ser descoberta!”.

Já José Espírito Santo, director-geral da Vinalda, afirma que “Terras de Mogadouro é mais um projecto de vinhos autênticos que se junta à Vinalda. Vinhos de altitude, com carácter, moldados pelas condições austeras desta região, que cada vez mais demonstra o seu enorme potencial”.

Quinta do Infantado une-se à distribuidora Vinalda

A Vinalda — a mais antiga distribuidora nacional de bebidas — anunciou hoje que passará a distribuir os vinhos da duriente Quinta do Infantado, propriedade com muita tradição, situada em Chanceleiros, perto do Pinhão. Para Paula Roseira, sócia-gerente da Quinta do Infantado, “esta parceria nasce da necessidade de desenvolvermos uma nova estratégia de distribuição no […]

A Vinalda — a mais antiga distribuidora nacional de bebidas — anunciou hoje que passará a distribuir os vinhos da duriente Quinta do Infantado, propriedade com muita tradição, situada em Chanceleiros, perto do Pinhão.

Para Paula Roseira, sócia-gerente da Quinta do Infantado, “esta parceria nasce da necessidade de desenvolvermos uma nova estratégia de distribuição no posicionamento dos vinhos a nível nacional. Acreditamos que, deste modo, vamos potenciar uma relação mais estreita e diversificada com os nossos clientes, novos consumidores e apreciadores de Vinhos do Douro e Porto”. Por sua vez, o director-geral da Vinalda, José Espírito Santo, refere: “A Quinta do Infantado é uma das grandes marcas clássicas do Douro, mas que sempre soube inovar. (…) Foi também o primeiro produtor a fazer Vinho do Porto Biológico, demonstrando que antiguidade e inovação podem andar de mãos dadas”.

Vinhas da Quinta do Infantado.

A Quinta do Infantado — empresa 100% familiar pertence aos “Roseira” de Covas do Douro — cultiva 46 hectares de vinhas, exclusivamente letra A, em solos muito xistosos e pobres. A vinha resulta da selecção de mais de vinte castas do Douro, em videiras com idades entre os 22 e os 100 anos.

 

 

Garcias “ganha” distribuição dos vinhos Colinas do Douro

Com “o objectivo de reforçar a aposta no canal HoReCa”, a Colinas do Douro muda agora de distribuidora para a Garcias Wines & Spirits, com Janeiro de 2021 a marcar o início de uma nova etapa para o produtor duriense. A Garcias assegurará, assim, a distribuição dos vinhos desta empresa no continente e arquipélagos portugueses, […]

Com “o objectivo de reforçar a aposta no canal HoReCa”, a Colinas do Douro muda agora de distribuidora para a Garcias Wines & Spirits, com Janeiro de 2021 a marcar o início de uma nova etapa para o produtor duriense. A Garcias assegurará, assim, a distribuição dos vinhos desta empresa no continente e arquipélagos portugueses, tanto das marcas on-trade (Quinta da Extrema e Colinas do Douro), como das off-trade (Quinta da Pedra Cavada e Seixo Amarelo).

É precisamente por se viver uma nova fase de grande dificuldade na restauração e no comércio de proximidade que a Colinas do Douro toma este passo. Jorge Rosa Santos, enólogo da casa, explica: “Por estarmos provavelmente num momento de grandes transformações, sentimos a importância de termos a nosso lado um parceiro sólido e que entenda bem o actual momento. Com a Garcias, pretendemos ter presença forte na restauração e garrafeiras em todo o país, através de uma equipa de vendas mais numerosa e especializada”.

A mudança na distribuição vem complementar as vendas online, iniciadas no ano passado com a loja online.

Vinalda e Icon Key: duas distribuidoras agora fundidas

A Vinalda e a Icon Key anunciaram a sua fusão, juntando-se assim a mais antiga distribuidora nacional de bebidas (sobretudo de vinhos) à empresa líder de mercado em espirituosas e cervejas artesanais portuguesas. Ambas com portefólios fortes que agora se complementam. A Icon Key representa e distribui marcas bem conhecidas como o Sharish Gin do […]

A Vinalda e a Icon Key anunciaram a sua fusão, juntando-se assim a mais antiga distribuidora nacional de bebidas (sobretudo de vinhos) à empresa líder de mercado em espirituosas e cervejas artesanais portuguesas. Ambas com portefólios fortes que agora se complementam.

A Icon Key representa e distribui marcas bem conhecidas como o Sharish Gin do Alentejo, a Ginja d’Óbidos Mariquinhas, o Rum da Madeira William Hinton, o Medronho Alentejano MAD, além da cerveja artesanal Maldita de Aveiro e da Aguardente Vínica da Lourinhã Louriana XO, entre outras. Na sequência da fusão comercial das duas empresas, haverá uma integração das equipas, passando a Vinalda a distribuir todas estas marcas desde já.

José Espírito Santo, Director-Geral da Vinalda, afirma: “Reconhecemos na Icon Key o mesmo ADN, cultura e capacidade, demonstrados pelo excelente trabalho ao longo dos seus seis anos de existência, na criação de marcas líderes nas suas categorias. Esta fusão conduz a Vinalda ao regresso às suas origens, a distribuição de espirituosas e cervejas, desta vez com um cunho marcadamente português (…)”. 

Por sua vez, Daniel Correia, CEO da Icon Key, sublinha que “Esta fusão marca o início de uma nova etapa muito importante na afirmação da nossa estratégia. Vamos entregar a melhor proposta de valor aos nossos atuais e futuros clientes, nacionais e internacionais. É um compromisso que assumimos, assente no nosso ambicioso plano de expansão”. Já o CCO desta empresa, Bruno Amaral, refere que “A fusão da Vinalda e da Icon Key abre a oportunidade de se desenvolver um catálogo completo de vinhos, espirituosas, cervejas e águas, de forma integrada e complementar (…)”.