Cork Supply lança no mercado uma nova rolha premium

A Cork Supply (CS), empresa portuguesa especialista em rolhas naturais e técnicas para vinhos e espumantes, acaba de lançar no mercado a Legacy, “a rolha de cortiça natural mais consistente e premium do mercado”, segundo informação divulgada pela CS. A Legacy resulta da utilização, no seu processo de fabrico, de várias inovações da Cork Supply. […]

A Cork Supply (CS), empresa portuguesa especialista em rolhas naturais e técnicas para vinhos e espumantes, acaba de lançar no mercado a Legacy, “a rolha de cortiça natural mais consistente e premium do mercado”, segundo informação divulgada pela CS.
A Legacy resulta da utilização, no seu processo de fabrico, de várias inovações da Cork Supply. Entre elas está a nova tecnologia X100, desenvolvida em conjunto com um parceiro da empresa, que representou um investimento de 1,2 milhões de euros. Permite analisar individualmente 100% das rolhas naturais de um lote, para remover os casos anómalos de entrada de oxigénio e é aplicada à rolha de cortiça natural depois de esta ser submetida às tecnologias de deteção de TCA, molécula responsável pelo aroma a mofo, DS100 e DS100+, desenvolvidas também pela Cork Supply na última década. Deste processo integrado resulta a Legacy, “a rolha natural mais consistente do mercado”, que é classificada individualmente e tem garantia de pagamento de garrafa devolvida, segundo a Cork Supply.
O investimento da Cork Supply nas inovações que permitiram criar esta rolha, ao longo da última década, foi de 11 milhões de euros. “Temos vindo a apostar em tecnologias desde sempre, criando patentes e soluções que nos permitem chegar hoje ao mercado premium com a rolha de cortiça natural mais perto da perfeição do mercado”, salientou Jochen Michalski, presidente e fundador da Cork Supply, no lançamento deste novo produto, que decorreu durante o Unified Wine and Grape Symposium, em Sacramento, na Califórnia.

Neutrocork Xpür da Amorim com pegada de carbono negativa

Amorim Xpür

A Corticeira Amorim anunciou recentemente os resultados de um estudo conduzido pela consultora Price Waterhouse Coopers, que comprovam que a rolha microgranulada produzida com Xpür, a tecnologia anti-TCA patenteada pela empresa para este tipo de rolhas, tem uma pegada de carbono altamente favorável. Assim, o carbono armazenado na Neutrocork Xpür é de -3.542g CO2 e/rolha […]

A Corticeira Amorim anunciou recentemente os resultados de um estudo conduzido pela consultora Price Waterhouse Coopers, que comprovam que a rolha microgranulada produzida com Xpür, a tecnologia anti-TCA patenteada pela empresa para este tipo de rolhas, tem uma pegada de carbono altamente favorável. Assim, o carbono armazenado na Neutrocork Xpür é de -3.542g CO2 e/rolha à saída de fábrica. Ao considerar o transporte para o Reino Unido, a pegada de carbono é -2.086g CO2 e/rolha. Mas se incluirmos o sequestro de carbono feito pela floresta de sobro, o resultado é um balanço de carbono de -393g CO2 e/rolha.

A tecnologia anti-TCA Xpür aprimora a aplicação convencional de CO2 supercrítico, actualizando o conceito com inovações desenvolvidas já no século XXI e é utilizada no tratamento das rolhas técnicas Neutrocork Xpür e QORK – esta última empregando um ligante inovador, feito exclusivamente com polióis de origem vegetal. A abordagem da Corticeira Amorim utiliza apenas 25% da energia e somente 10% do CO2 anteriormente necessários. Além disso, reclama a empresa, a Xpür consegue resultados de níveis de redução de TCA para valor igual ou inferior ao limite de quantificação de 0,3 ng/L em rolhas microgranuladas tratadas, deixando intactas as propriedades físico-mecânicas da cortiça. 

O estudo debruçou-se sobre as diferentes etapas do ciclo de vida numa abordagem “cradle-to-gate”, nomeadamente: atividades florestais; preparação de cortiça, incluindo o transporte da floresta; produção; e acabamento e embalagem. Tendo como objectivo a comparação com estudos anteriores, também foi incluída a distribuição do produto de Portugal para o Reino Unido. A avaliação incluiu ainda informações adicionais sobre o sequestro de carbono da floresta de sobreiro.

Sustentabilidade dá quarto prémio consecutivo da World Finance à Corticeira Amorim

Sustentabilidade Amorim

A Corticeira Amorim foi galardoada, pelo quarto ano consecutivo, nos Prémios de Sustentabilidade da revista World Finance. Vencedora na categoria “Wine Products Industry”, esta empresa portuguesa é reconhecida, como a própria refere, pela “promoção do montado, da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas, pelo fomento, suporte e investimento em Investigação & Desenvolvimento + Inovação, e […]

A Corticeira Amorim foi galardoada, pelo quarto ano consecutivo, nos Prémios de Sustentabilidade da revista World Finance. Vencedora na categoria “Wine Products Industry”, esta empresa portuguesa é reconhecida, como a própria refere, pela “promoção do montado, da biodiversidade e dos serviços dos ecossistemas, pelo fomento, suporte e investimento em Investigação & Desenvolvimento + Inovação, e pela implementação dos melhores princípios, modelos e práticas da economia circular”. Estas são premissas que, na Corticeira Amorim, se reflectem em cada produto e solução do seu alargado portefólio. Esta edição dos World Finance Sustainability Awards, por sua vez, distinguiu as empresas que demonstraram verdadeiro compromisso com a redução das emissões em toda a sua cadeia de valor.

“A eficiência energética, a gestão responsável de fornecimentos e o impacto ambiental positivo do produto foram outras mais valias determinantes para a distinção. Valorizou-se igualmente a promoção da formação, segurança e bem-estar, bem como o desenvolvimento social, pessoal e profissional de todos os colaboradores e colaboradoras da Corticeira Amorim. Destaque também para a proposta de valor de longo prazo da Corticeira Amorim, a emissão de obrigações verdes no valor de 40 milhões de euros, e o investimento contínuo em Investigação & Desenvolvimento + Inovação, 10 milhões de euros por ano. O júri dos Prémios de Sustentabilidade da revista World Finance enalteceu igualmente o balanço negativo de CO2 das rolhas de cortiça da Corticeira Amorim, produtos que têm um contributo ‘relevante para a descarbonização da indústria vinícola’. Começando nas rolhas de cortiça naturais, passando pelas rolhas para espumosos, as rolhas microaglomeradas e as rolhas bartop, todas as famílias de produto da Amorim Cork estão agora certificadas com uma declaração do seu balanço de carbono negativo”, explica a Corticeira Amorim.

Todos os vencedores dos prémios World Finance Sustainability foram anunciados em www.worldfinance.com.

Cork Supply celebra 40 anos de rolhas e 10 de DS100

Cork Supply rolhas

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Foi em Março de 1981, na Califórnia, que Jochen Michalski fundou a Cork Supply. Inicialmente apenas vendedora de rolhas, a empresa não tardou em criar a sua própria unidade de produção em Portugal, com o objectivo de […]

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Foi em Março de 1981, na Califórnia, que Jochen Michalski fundou a Cork Supply. Inicialmente apenas vendedora de rolhas, a empresa não tardou em criar a sua própria unidade de produção em Portugal, com o objectivo de “criar as melhores rolhas possíveis a partir de produtos naturais, adequadas aos melhores vinhos do Mundo”, como diz a Cork Supply. Quarenta anos depois, o “império” de Michalski emprega mais de 500 trabalhadores, distribuídos por nove países. Às rolhas, juntam-se ainda outros dois negócios: Studio Labels, produção de rótulos na Austrália, e Tonnellerie Ô, uma tanoaria na Califórnia. Estas três empresas formam, desde 2020, o grupo Harv 81.

Ao longo dos anos, a Cork Supply desenvolveu vários processos importantes para a preservação da sanidade das rolhas, sobretudo no que toca a contaminações causadoras de odores indesejáveis, como o InnoCork ou o PureCork, mecanismos que garantem 99,8% de neutralidade. Todos os produtos da empresa beneficiam destes processos, sem qualquer custo adicional para os clientes.

Em 2011, a Cork Supply apresentou o DS100, um processo dedicado exclusivamente ao despiste de TCA (2,4,6-Tricloroanisol, o composto químico natural responsável pelo famoso “aroma a rolha” dos vinhos). A empresa lembra que “o nariz humano é tão sensível a este odor, que uma gota de TCA num volume de líquido equivalente a 400 piscinas olímpicas seria suficiente para a sua presença ser negativamente notada”. Assim, todas as rolhas submetidas ao processo DS100 são previamente analisadas por, pelo menos, três especialistas sensoriais treinados. Se todos esses “cheiradores” afirmarem que as rolhas são “puras”, estas são vendidas enquanto tais.

Cork Supply rolhas
©Jorge Simão

Já em 2016, após “investigação intensiva”, surge o DS100+, no qual computadores de alta sensibilidade inspecionam rolhas para detectar níveis de TCA que estão muito abaixo do standard da capacidade sensorial humana. A Cork Supply cria, assim, e como a própria declara, “meios para oferecer produtos irrepreensíveis a um preço mais baixo”. A empresa refere ainda que, se mesmo “com este serviço de elevada qualidade, um vinho ainda apresentar vestígios de TCA, entra em cena a ‘Bottle-Buy-Back-Guarantee’, e o produtor recebe um reembolso equivalente ao preço do vinho”.

Para celebrar os 40 anos de vida e os 10 de DS100, a Cork Supply, que afirma ser “um dos maiores fornecedores de rolhas naturais do Mundo, e o maior fornecedor da América do Norte”, anuncia a renovação total da sua presença no mundo digital, e um novo logo.

Cork Supply rolhas
Novo logo da Cork Supply.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][divider line_type=”Full Width Line” line_thickness=”1″ divider_color=”default”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Instagram

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.instagram.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Facebook

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no LinkedIn

[/vc_column_text][mpc_qrcode url=”url:https%3A%2F%2Fwww.linkedin.com%2Fin%2Fvgrandesescolhas%2F|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][/vc_row]

Corticeira Amorim é co-fundadora da Sustainable Wine Roundtable

Sustainable Wine Roundtable

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Juntamente com outros representantes de vários sectores da cadeia de abastecimento da indústria vitivinícola, a Corticeira Amorim fundou a Sustainable Wine Roundtable, uma estrutura que pretende estabelecer um padrão de sustentabilidade universal para o vinho. Esta organização, […]

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Juntamente com outros representantes de vários sectores da cadeia de abastecimento da indústria vitivinícola, a Corticeira Amorim fundou a Sustainable Wine Roundtable, uma estrutura que pretende estabelecer um padrão de sustentabilidade universal para o vinho.

Esta organização, agora constituída, tem nos seus planos responder a esta necessidade — de um entendimento comum do que o conceito de sustentabilidade deverá significar na indústria vitivinícola — através da prossecução de três basilares medidas, como expõe a Corticeira Amorim:

“Desenvolver uma norma de sustentabilidade global e criar uma linguagem comum para falar de sustentabilidade na indústria do vinho;
Tornar-se uma plataforma de diálogo, defesa, colaboração e partilha de ferramentas e resolução de problemas;
Fornecer orientações práticas aos produtores e consumidores sobre a forma de integrar estas normas nas suas práticas.”

António Rios de Amorim, presidente e CEO da Corticeira Amorim, comenta sobre a Sustainable Wine Roundtable que “a colaboração é crucial quando se trata de sustentabilidade e estamos gratos pela oportunidade de nos unirmos a empresas e indivíduos com os mesmos interesses, para apoiar a liderança do comércio do vinho, neste sector onde cada vez mais consumidores exigem transparência e responsabilidade”.

Os membros fundadores da Sustainable Wine Roundtable são Ahold Delhaize, Alko, Amorim Cork, BLB Vignobles, BSI, Château Léoube, Catena Institute of Wine, Cloudy Bay, Domaine Bousquet, Dr. Loosen, Enotria & Coe, Grupo Avinea, JancisRobinson.com, Journeys End Vineyards, Napa Green, Sustainable Winegrowing British Columbia, Ste. Michelle Wine Estates, Sustainable Winegrowing Australia, Systembolaget, The Fairtrade Foundation, The Wine Society, Treasury Wine Estates, Vingruppen, Vintage Wine Estates, Waitrose & Partners, WWF South Africa.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][divider line_type=”Full Width Line” line_thickness=”1″ divider_color=”default”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Instagram

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.instagram.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Facebook

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no LinkedIn

[/vc_column_text][mpc_qrcode url=”url:https%3A%2F%2Fwww.linkedin.com%2Fin%2Fvgrandesescolhas%2F|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][/vc_row]

Corticeira Amorim vence prémio de sustentabilidade da World Finance

Amorim prémio sustentabilidade

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Já é o terceiro ano consecutivo que a Corticeira Amorim recebe um Prémio de Sustentabilidade da revista World Finance. Este ano, a empresa é a grande vencedora na categoria “Wine Products Industry”. Estes prémios visam empresas que […]

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Já é o terceiro ano consecutivo que a Corticeira Amorim recebe um Prémio de Sustentabilidade da revista World Finance. Este ano, a empresa é a grande vencedora na categoria “Wine Products Industry”. Estes prémios visam empresas que expressam um forte compromisso com o desenvolvimento sustentável, destacando-se aquelas que, como refere a World Finance, “fizeram um esforço extra para integrar os valores ESG – financeiros, sociais e de governança – em diferentes áreas do negócio.”

O júri da revista avaliou de perto o balanço negativo de CO2 das rolhas da Corticeira Amorim, que têm um contributo “relevante para a descarbonização da indústria vinícola”. Começando pelas rolhas naturais, passando depois pelas rolhas para espumosos, pelas rolhas microaglomeradas e pelas rolhas bartop, todas as famílias, sem excepção de produtos da Amorim Cork, Unidade de Negócio Rolhas da Corticeira Amorim, estão agora certificadas com uma declaração do seu balanço de carbono negativo. Ainda de acordo com a World Finance, a Corticeira Amorim “foi também premiada pelo seu alinhamento com os princípios fundacionais do Acordo de Paris, pelo seu suporte aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, e pela sua resiliência durante o período pandémico”.

António Rios Amorim, presidente e CEO da Corticeira Amorim, comentou sobre o prémio de sustentabilidade: “Sinto um grande regozijo com a nova distinção da World Finance pois demonstra que estamos do lado certo da história. Repetirmos três anos seguidos este prémio, dá-nos ainda mais confiança para o futuro. Um futuro que, forçosamente, tem de guiar-se pela gestão eficiente de recursos, pelo combate ao desperdício, pela protecção dos ecossistemas, pelo consumo sustentável, pela circularidade de processos, pelas políticas de upcycling e pelo empowerment das pessoas”.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][divider line_type=”Full Width Line” line_thickness=”1″ divider_color=”default”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Instagram

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.instagram.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Facebook

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no LinkedIn

[/vc_column_text][mpc_qrcode url=”url:https%3A%2F%2Fwww.linkedin.com%2Fin%2Fvgrandesescolhas%2F|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][/vc_row]

Corticeira Amorim nomeada para The Golden Vines Innovation Award

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]A Amorim Cork — Unidade de Rolhas da Corticeira Amorim — anunciou recentemente que foi nomeada para o The Golden Vines Innovation Award, um dos galardões dos  prémios The Golden Vines Awards 2021.  A cerimónia de entrega, […]

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]A Amorim Cork — Unidade de Rolhas da Corticeira Amorim — anunciou recentemente que foi nomeada para o The Golden Vines Innovation Award, um dos galardões dos  prémios The Golden Vines Awards 2021. 

A cerimónia de entrega, que acontecerá na noite de 7 de Outubro, em Londres, será promovida pela Liquid Icons, uma empresa de investigação e produção de conteúdos para o sector dos vinhos. Será uma cerimónia sem fins lucrativos, e cujo objectivo será arrecadar fundos para a The Gerard Basset Wine Education Charitable Foundation — fundação liderada por Nina Basset, Romané Basset, Lewis Chester, Ian Harris e Jancis Robinson — que se compromete a criar programas educacionais e oportunidades de carreira para jovens profissionais.

Rolhas Amorim Red.


Os fundos serão canalizados para um número significativo de programas mundiais de educação em vinho relacionados com a inclusão de jovens de diferentes etnias no mundo laboral do vinho. Aqui inclui-se o Golden Vines Diversity Scholarship, Internship & Mentorship Programme (Programa de bolsa de estudos, estágio e tutoria da Golden Vines Diversity) que oferece bolsas de estudo para dois alunos. 

Neste programa, está inserida uma bolsa que passa este ano a ser patrocinada pela Taylor’s, agora apelidada, “The Taylor’s Port Golden Vines Diversity Scholarships”, numa acordo entre a empresa de Vila Nova de Gaia e as promotoras Liquid Icons e The Gerard Basset Wine Education Charitable Foundation. As candidaturas às bolsas de estudo “The Taylor’s Port Golden Vines Diversity” devem ser feitas até dia 16 de Abril de 2021, sendo que os candidatos interessados se devem candidatar online em www.liquidicons.com.

Os Golden Vines Awards são votados por mais de 150 especialistas e sommeliers de renome internacional. As categorias a concurso incluem: Melhor Produtor de Vinho da Europa; Melhor Produtor de Vinho da América; Melhor Produtor de Vinho do Resto do Mundo (Ásia, Austrália, África e Médio Oriente); Melhor Produtor de Vinho do Mundo; Prémio Revelação do Mundo; Prémio Inovação; e Prémio Carreira (concedido a uma personalidade com uma trajectória profissional extraordinária). Adicionalmente, o troféu Golden Vines Award foi concebido pela Amorim Cork.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][divider line_type=”Full Width Line” line_thickness=”1″ divider_color=”default”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Instagram

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.instagram.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Facebook

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/3″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no LinkedIn

[/vc_column_text][mpc_qrcode url=”url:https%3A%2F%2Fwww.linkedin.com%2Fin%2Fvgrandesescolhas%2F|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][/vc_row]

Corticeira Amorim revela tecnologias de ponta que erradicam TCA

Corticeira Amorim

A maior empresa mundial de produtos de cortiça, Corticeira Amorim, acaba de anunciar o lançamento de duas novas tecnologias, uma desenvolvida para remover o TCA (tricloroanisol, composto químico contaminante que origina o vulgo “cheiro a rolha”) detectável das rolhas naturais, e outra para criar um novo segmento de rolhas microaglomeradas: Naturity e Xpür, respectivamente. A […]

A maior empresa mundial de produtos de cortiça, Corticeira Amorim, acaba de anunciar o lançamento de duas novas tecnologias, uma desenvolvida para remover o TCA (tricloroanisol, composto químico contaminante que origina o vulgo “cheiro a rolha”) detectável das rolhas naturais, e outra para criar um novo segmento de rolhas microaglomeradas: Naturity e Xpür, respectivamente.

A investigação para desenvolver a tecnologia Naturity, com patente pendente, iniciou-se em 2016 com a NOVA School of Science and Technology e baseia-se nos princípios da dessorção térmica através de uma utilização, exclusiva e não sequencial, de pressão, temperatura, água purificada e tempo. Nenhum elemento artificial é usado no processo, o que facilita a extração de mais de 150 compostos voláteis, incluindo o TCA. Com lançamento a nível mundial, a Amorim garante que a Naturity expande o desempenho de TCA não detectável no segmento de produtos de cortiça natural, ao mesmo tempo que reforça os resultados operacionais da NDTech, o serviço de rastreio avançado que analisa e remove individualmente qualquer rolha de cortiça natural com mais de 0,5 nanogramas por litro de TCA. 

“Ensaios exaustivos de engarrafamento, envolvendo vários produtores de vinho, produziram resultados exemplares em termos da medição do impacto do tratamento no desempenho da cortiça, com ensaios adicionais de validação de terceiros a serem conduzidos o mais rapidamente possível com o Instituto Geisenheim, na Alemanha, e os laboratórios Campden & Chorleywood, no Reino Unido”, desenvolve a empresa, em comunicado.

Já no que toca à Xpür, esta foi desenvolvida para estender o desempenho de TCA não detectável para rolhas microaglomeradas. A Xpür aprimora o método convencional desenvolvido há varias décadas, redesenhando e actualizando o conceito com tecnologia do século XXI. Esta nova abordagem utiliza apenas 25% da energia e apenas 10% do CO2 anteriormente necessário. Além disso, “a Xpür consegue resultados de níveis de redução de TCA para 0,3 nonogramas por litro em rolhas microaglomeradas tratadas, deixando intactas as propriedades físico-mecânicas da cortiça. Como resultado, a gama de rolhas microaglomeradas da Corticeira Amorim apresenta a maior percentagem possível de cortiça e não necessita de soluções químicas adicionais para manter as propriedades naturais da cortiça, nomeadamente as importantíssimas taxas de compressibilidade e expansão”, diz a Amorim. A Xpür será utilizada no tratamento das rolhas técnicas Neutrocork Premium e QORK.

António Amorim (na foto), Presidente e CEO da Corticeira Amorim, refere que: “Estas tecnologias resultam de robustos investimentos financeiros, tempo e dedicação em I&D por parte da nossa equipa. Apesar dos obstáculos que 2020 colocou no caminho de todos, conseguimos cumprir a promessa feita de que íamos conseguir um desempenho de TCA não detectável em todos os segmentos de rolhas de cortiça até ao final do ano. Este é o compromisso para com os nossos 30000 clientes em todo o mundo – para garantir a qualidade e consistência dos seus produtos e assegurar que a preferência dos consumidores pela cortiça só possa ficar mais forte”.

No que toca ao sequestro das florestas de sobro e às emissões associadas à produção de produto, dez dos principais produtos da Amorim Cork revelaram, em análise, que o seu balanço de carbono é negativo. Estas análises fizeram parte de um estudo conduzido pela EY.

Em comunicado, a Amorim expõe: “Uma rolha natural para vinho permite um sequestro de carbono até -309g CO2eq; uma rolha Twin Top Evo para vinho, com dois discos de cortiça natural, permite um sequestro de carbono até -297g CO2eq; uma rolha microaglomerada Neutrocork para vinho permite um sequestro de carbono até -392g CO2eq e uma rolha Advantec para vinhos de rotação rápida permite um sequestro de carbono até -328g CO2eq; uma rolha para vinho espumante com dois discos permite um sequestro de carbono até -562g CO2eq; uma rolha aglomerada para vinho espumante permite um sequestro de carbono até -540g CO2eq; uma rolha natural Top Series com cápsula de madeira para espirituosos permite um sequestro de carbono até -96g CO2eq; uma rolha Top Series Wood Neutro para espirituosos permite um sequestro de carbono até -148g CO2eq; uma rolha natural Top Series com cápsula em plástico para espirituosos permite um sequestro de carbono até -87g CO2eq e uma rolha Top Series Plastic Neutro para espirituosos permite um sequestro de carbono até -138g CO2eq”.

Abrangendo rolhas para diversos segmentos de vinhos tranquilos, vinhos espumantes e espirituosos, os estudos conduzidos pela EY concluíram ainda que 80% dos produtos avaliados têm uma pegada de carbono individual negativa, ao apresentar emissões diretas do processo produtivo inferiores ao carbono contido no produto.

António Rios de Amorim, presidente da e CEO do grupo, afirma que “a Corticeira Amorim continua a aprofundar o enorme contributo do montado e de toda a fileira da cortiça através de mais investigação sobre a matéria. De resto, as questões dos serviços do ecossistema agora lançados para a discussão pública por vários especialistas começaram a ser estudados pela Corticeira Amorim há 10 anos. Este estudo da EY vem complementar e pôr em evidência o enorme valor do montado em matéria de sustentabilidade”.

Cork Supply anuncia técnica que aniquila TCA em rolhas naturais

TEXTO Mariana Lopes FOTOS Cork Supply A capacidade de fornecer rolhas naturais totalmente livres de TCA (tricloroanisol, o composto químico que oferece o conhecido gosto ou aroma a “rolha” nos vinhos) já era uma realidade, mas apenas por métodos, humanos ou electrónicos, de despistagem rolha a rolha. Agora, a Cork Supply — empresa portuguesa produtora de […]

TEXTO Mariana Lopes
FOTOS Cork Supply

A capacidade de fornecer rolhas naturais totalmente livres de TCA (tricloroanisol, o composto químico que oferece o conhecido gosto ou aroma a “rolha” nos vinhos) já era uma realidade, mas apenas por métodos, humanos ou electrónicos, de despistagem rolha a rolha. Agora, a Cork Supply — empresa portuguesa produtora de rolhas — afirma ter atingido algo há muito esperado: o InnoCork Circuit, uma tecnologia inovadora que, industrialmente, aniquila 99.85% do TCA presente em rolhas naturais, e de quaisquer outros aromas “estranhos” que possam contaminar os vinhos. Jochen Michalski (na foto), presidente e fundador da Cork Supply em 1981, e a equipa de Investigação e Desenvolvimento da empresa, liderada por Ana Cristina Lopes Cardoso, juntaram esforços e um investimento de cerca de um milhão e meio de euros para chegar ao que classificam como “um sistema eficaz em conferir neutralidade sensorial total, sem qualquer custo extra para o cliente”. Aplicável a todos os “modelos” e qualidades de rolha do portfólio da Cork Supply, o InnoCork Circuit é um processo de duas fases.

A primeira, denomina-se Pure Cork e representa a novidade absoluta, em que as rolhas no estado natural são aquecidas, durante 24 horas, a 85ºC, com uma destilação a vapor que remove todos os aromas indesejáveis, incluindo TCA. A segunda, de nome InnoCork (processo lançado em 2003), é a fase em que as rolhas, são novamente aquecidas num ciclo de uma hora, a 65ºC e destiladas a vapor e com etanol, removendo assim qualquer partícula residual. “Com esta segunda fase do processo, que já tínhamos, poderíamos eliminar totalmente o TCA, mas teríamos de intensificá-la e a rolha ficaria destruída. A primeira fase é que é a novidade, e a totalidade do processo permite chegar aos objectivos mantendo a integridade da rolha natural”, explicou, à Grandes Escolhas, Jochen Michalski. Na verdade, a Cork Supply — que em 2019 cresceu 14% em volume — já tinha criado em 2011 um método de despistagem com o nome DS100, em que cada rolha é analisada e testada para TCA, por pessoas com órgãos olfactivos hipersensíveis, ou, no caso do DS100+, por um programa informático também altamente sensível. Mas este é um processo caro, para o fabricante e para o cliente, e mais moroso, feito pós-produção da rolha. Mesmo assim, cerca de 30 milhões de rolhas passaram por este processo, só este ano. Jochen Michalski confessa: “Há muitos anos que tentávamos encontrar um processo industrial, e não rolha a rolha, que eliminasse sobretudo o TCA, e que fosse também sustentável, algo que é uma grande preocupação da nossa empresa. Foi muito desafiante.” Ana Cristina Cardoso reforçou o desafio, dizendo que “a maioria dos defeitos do vinho mede-se em gramas ou miligramas, mas, no TCA, a medida é quase um milhão de vezes inferior ao miligrama”. “É uma gota em trinta piscinas olímpicas”, complementou Jochen. Assim, estudaram vários tipos de tecnologia, até chegar a esta. Neste momento, o DS100 funciona como complemento opcional, para o cliente que quiser ir mais além dos 99,85% garantidos pelo InnoCork Circuit, feito após este e com custo extra.

Mas, estando a Cork Supply a divulgar a “receita” para um mundo livre desta “pedra no sapato” dos produtores de vinho (e dos consumidores) que tem sido o TCA, isso significa que qualquer empresa ou entidade poderá reproduzir o processo? Ana Cristina afirmou que não. “Mais do que ter a tecnologia, é preciso saber utilizá-la. O nosso princípio na Cork Supply é que todas as boas práticas de fabrico contam para o resultado, não só a tecnologia, mas tudo desde a floresta até à entrega da rolha”. A directora de Investigação e Desenvolvimento referia-se à intensa monitorização dos sobreiros, elevada cooperação com empresas parceiras, e selecção meticulosa das árvores. Da floresta são retiradas inúmeras amostras que são analisadas antes da cortiça chegar à unidade de produção. “Além disso,”, alertou Jochen, “conduzimos anualmente mais de meio milhão de testes e inspecções a rolhas, bem mais do que a média do resto do sector”. Das 550 pessoas que laboram no grupo, 18% pertencem à área de investigação e controlo de processo. “Há muito mais técnicas e pormenores, no InnoCork Circuit, que não são revelados…”, concluiu o presidente da Cork Supply. Jochen Michalski mantém o suspense, e nós esperamos começar a dizer adeus ao maldito cheiro a rolha.