Hotel The Yeatman retoma eventos vínicos

The Yeatman eventos

Com uma nova directora de vinhos, Elisabete Fernandes, o The Yeatman retoma agora os seus eventos vínicos. Além dos habituais jantares vínicos de quinta-feira, o hotel de luxo de Vila Nova de Gaia tem um novo evento, “Meet the Winemaker”, que convida a provar uma selecção de vinhos do produtor convidado, acompanhada de uma tábua […]

Com uma nova directora de vinhos, Elisabete Fernandes, o The Yeatman retoma agora os seus eventos vínicos.

Além dos habituais jantares vínicos de quinta-feira, o hotel de luxo de Vila Nova de Gaia tem um novo evento, “Meet the Winemaker”, que convida a provar uma selecção de vinhos do produtor convidado, acompanhada de uma tábua de queijos e enchidos, num ambiente de “masterclass”, com vista panorâmica sobre o rio Douro e a cidade do Porto. Garantindo o distanciamento físico e as regras de higiene e segurança, a prova é limitada a 20 participantes e tem o custo de 50 euros por pessoa.

O calendário dos jantares vínicos terá como próximos anfitriões a Poças (8 de Julho), Niepoort (15 de Julho), Churchill’s (29 de Julho), Picowines (5 de Agosto) e Valados de Melgaço (12 de Agosto). O menu, de quatro pratos, é desenhado em exclusivo para cada jantar pelo Chefe Ricardo Costa (2 Estrelas Michelin), de acordo com a selecção de vinhos apresentada por cada produtor, entre novos lançamentos e colheitas antigas, que ajudam a contar a história singular de cada marca. Os jantares têm o custo de 80 euros por pessoa, com vinhos incluídos. 

The Yeatman eventos
Elisabete Fernandes, nova directora de vinhos do The Yeatman.

Elisabete Fernandes refere: “O The Yeatman tem, desde o início, assumido a sua missão enquanto embaixada de vinhos portugueses, dando a conhecer a diversidade de regiões, perfis e projectos que compõem o mapa vitivinícola nacional. Nestes eventos, estes são dados a conhecer, na primeira pessoa, por quem lhes dá corpo e alma”.

Adicionalmente, existem no The Yeatman ainda vários formatos de provas, desde wine flights e provas de vinhos para diferentes níveis, incluindo as masterclasses clássicas, leccionadas por um membro da equipa de vinhos e cujas informações podem encontrar-se online no site do The Yeatman, na secção sobre vinho.

As reservas para os eventos vínicos (os jantares vínicos e os Meet the Winemaker) podem ser feitas directamente, através do site dedicado a eventos ou através do e-mail winecellar@theyeatman.com.

Beatriz Machado, ex-directora de vinhos do The Yeatman, integra Niepoort

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Com o “objectivo de executar e capitalizar para a marca os ‘sonhos’ de Dirk Niepoort”, Beatriz Machado assume agora a direcção do novo Departamento de Marketing e Turismo da empresa. Beatriz foi, durante os últimos onze anos, […]

[vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]Com o “objectivo de executar e capitalizar para a marca os ‘sonhos’ de Dirk Niepoort”, Beatriz Machado assume agora a direcção do novo Departamento de Marketing e Turismo da empresa. Beatriz foi, durante os últimos onze anos, directora de vinhos do hotel de luxo The Yeatman — onde geria uma garrafeira com 29 mil gararafas — e do World of Wine, ambos situados em Vila Nova de Gaia e pertencentes ao grupo The Fladgate Partnership.

“A qualidade excepcional dos produtos da Niepoort, assim como o espírito disruptivo que se vive nesta casa centenária, foram argumentos de peso para abraçar esta nova missão”, refere Beatriz Machado. Em comunicado, a Niepoort diz que esta vem trazer “sistematização e planeamento estratégico ao ‘caos criativo’ desta casa centenária”.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/1″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][divider line_type=”Full Width Line” line_thickness=”1″ divider_color=”default”][/vc_column][/vc_row][vc_row type=”in_container” full_screen_row_position=”middle” scene_position=”center” text_color=”dark” text_align=”left” overlay_strength=”0.3″ shape_divider_position=”bottom”][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/2″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Instagram

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.instagram.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][vc_column column_padding=”no-extra-padding” column_padding_position=”all” background_color_opacity=”1″ background_hover_color_opacity=”1″ column_shadow=”none” column_border_radius=”none” width=”1/2″ tablet_text_alignment=”default” phone_text_alignment=”default” column_border_width=”none” column_border_style=”solid”][vc_column_text]

Siga-nos no Facebook

[/vc_column_text][mpc_qrcode preset=”default” url=”url:https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fvgrandesescolhas|||” size=”75″ margin_divider=”true” margin_css=”margin-right:55px;margin-left:55px;”][/vc_column][/vc_row]

The Yeatman Wine Shop lança cabazes festivos e serviço “Sommelier on Demand”

A várias vezes premiada garrafeira do hotel The Yeatman — em Vila Nova de Gaia — acaba de lançar cabazes para este Natal e um serviço de sommelier personalizado que, entre mais de 700 referências, apresenta sugestões adequadas ao gosto de cada um. Disponível online, esta garrafeira criou o serviço “Sommelier on demand” que, através […]

A várias vezes premiada garrafeira do hotel The Yeatman — em Vila Nova de Gaia — acaba de lançar cabazes para este Natal e um serviço de sommelier personalizado que, entre mais de 700 referências, apresenta sugestões adequadas ao gosto de cada um.

Disponível online, esta garrafeira criou o serviço “Sommelier on demand” que, através de um quizz, identifica as referências vencedoras consoante as respostas dos enófilos. O The Yeatman explica: “Prefere brancos ou tintos? Viajar ou ver uma exposição de arte? Ostras ou uma tábua de queijos? E qual é a sua cor preferida? Depois de jantar, opta por beber um chá ou café? Respondidas as questões – com base nas preferências próprias ou daquele familiar, entusiasta de vinhos, que se quer presentear –, é automaticamente sugerida uma seleção vínica personalizada”.

Para presentes especiais, a garrafeira apresenta também os cabazes de Natal, que junta aos vinhos outros produtos portugueses sendo que, segundo o comunicado, “a loja do hotel vínico privilegia os produtos que melhor representam o país”. Há quatro combinações possíveis (de 50, 70, 120 e 125€) e incluem, por exemplo, livros de receitas, velas perfumadas, sabonetes e, como não poderia ficar de fora, chocolate. Entre estes, destaca-se o cabaz especial “Primeira Década” (125€) que celebra o décimo aniversário do hotel. A estrela é o livro que faz a retrospectiva destes primeiros dez anos e que se dirige a amantes do vinho, da gastronomia e da cidade do Porto. À publicação juntam-se dois vinhos (Herdade do Sobroso Cellar Selection branco 2017 e o Quinta do Pessegueiro tinto 2015), uma azeitoneira, uma rolha de vácuo e ainda um livro de receitas de bacalhau.

O The Yeatman cria também cabazes à media, de vinhos e outros artigos. Basta contactar através de loja@theyeatman.com com um valor de referência e alguns produtos preferenciais.

The Yeatman retoma os seus célebres jantares vínicos

De 2010 até hoje, o The Yeatman — hotel de luxo do grupo The Fladgate Partnership, em Vila Nova de Gaia — soma cerca de 500 jantares vínicos. Devido à pandemia, estes eventos estavam em pausa. Até hoje.  Reinventando o conceito, mas preservando o seu “core”, o hotel continua agora com o apoio aos seus […]

De 2010 até hoje, o The Yeatman — hotel de luxo do grupo The Fladgate Partnership, em Vila Nova de Gaia — soma cerca de 500 jantares vínicos. Devido à pandemia, estes eventos estavam em pausa. Até hoje. 

Reinventando o conceito, mas preservando o seu “core”, o hotel continua agora com o apoio aos seus mais de cem parceiros vínicos, que apresentam na primeira pessoa as suas marcas e história. “Escolhidos os vinhos, parte-se para a construção de um menu exclusivo que vai enaltecer as características de cada referência e mostrar a sua versatilidade gastronómica”, diz o comunicado.

Em Outubro, os jantares já começaram com a Quinta do Monte d’Oiro, no passado dia 8. Seguem-se a Adega Mayor (15), a Ideal Drinks (22) e a Quinta do Gradil (29). O calendário já se encontra completo até ao final do ano e pode ser consultado online.

Agora, com capacidade para receber até 25 pessoas, a reserva é aconselhada através do site de eventos do The Yeatman. A decorrer a partir das 20h00, com um cocktail de boas-vindas, cada jantar tem o valor de €80 por pessoa.

Beatriz Machado, Diretora de Vinhos do The Yeatman, recorda: “Os jantares vínicos fazem parte do ADN do The Yeatman. Organizados todas as quintas-feiras desde a inauguração do hotel, há 10 anos, passaram a ser muito mais do que um evento. Criámos uma tradição de reunir à mesa, semana após semana, amantes e apreciadores de vinho, ou simplesmente curiosos de todo o mundo, para descobrir o que torna cada produtor e cada região únicos”.

Estão também de volta as masterclasses. Com uma seleção de queijos e enchidos para acompanhar, é possível optar por uma prova de 6 ou 12 vinhos (120€ e 200€ por pessoa, respetivamente).

Além da retoma dos jantares vínicos e das masterclasses, há também uma novidade, as experiências de prova, a acontecer de quarta-feira a sábado: “Conhecer uma região em 3 vinhos” (3 vinhos, 35€); “Aprender a provar vinhos” (3 vinhos, 35€) e “Introdução ao vinho do Porto” (3 vinhos, 35€). São sessões até 10 pessoas, que terão direito a 10% de redução em compras de vinho para usufruir na loja do hotel.

As reservas podem ser feitas através dos contactos 220 133 100  e reservations@theyeatman.com.

Restaurante do The Yeatman e hotel The Vintage House já reabriram

Ambos do grupo The Fladgate Partnership e com classificação de 5 estrelas, os hotéis The Yeatman (Vila Nova de Gaia) e The Vintage House (Pinhão, Douro), reabriram ao público no dia 29 de Maio, com selo Clean & Safe, uma garantia sanitária atribuída pelo Turismo de Portugal. O The Yeatman, para já, apenas abriu o […]

Ambos do grupo The Fladgate Partnership e com classificação de 5 estrelas, os hotéis The Yeatman (Vila Nova de Gaia) e The Vintage House (Pinhão, Douro), reabriram ao público no dia 29 de Maio, com selo Clean & Safe, uma garantia sanitária atribuída pelo Turismo de Portugal. O The Yeatman, para já, apenas abriu o seu restaurante e serviços afins, estando a reabertura dos quartos para breve. Com a reabertura do The Vintage House, abriu também o respectivo restaurante, o Rabelo.

São dois hotéis com conceitos bem diferentes, ambos localizados sobre o rio Douro mas com paisagens bastante distintas: o The Yeatman com vista para a cidade do Porto e o The Vintage House (na foto principal) bem no coração da região do Douro, a olhar o vale e o rio.

O duplamente estrelado restaurante do The Yeatman, conduzido pelo chef Ricardo Costa, celebra agora o décimo aniversário com uma vertente solidária, em que 10% das receitas reverterão para o Banco Alimentar contra a Fome.

A vista do The Yeatman, para a cidade do Porto.

Em comunicado de imprensa, foram partilhadas as novidades de cada uma destas unidades:

“A reabertura do The Vintage House faz-se com novos processos e regras, mas com o convite de sempre: desfrutar do melhor que o Douro tem para oferecer. O Programa Romântico convida a uma ou duas noites, com total privacidade e conforto e apenas uma decisão por tomar: pequeno-almoço à la carte na sala de pequenos-almoços ou servido no quarto? O tratamento VIP romântico à chegada antecipa o cuidado em cada detalhe da experiência, que inclui ainda uma prova de vinho do Porto e late check-out. Já para os “Douro Wine Lovers” a sugestão estende-se às vinhas e lagares da Quinta da Roêda, localizada a poucos metros do Hotel. Berço dos vinhos do Porto Croft, casa com mais de 430 anos de história, a experiência inclui um piquenique privado nas vinhas, com a paisagem do Douro como cenário, e uma prova comentada de cinco vinhos icónicos: Croft Pink, Croft Late Bottled Vintage, Croft Tawny 10 e 20 anos e Croft Quinta da Roêda Vintage. O programa convida a duas noites e inclui uma segunda prova de vinhos do Douro, experienciada no terraço do Hotel com vista para os jardins e para a cénica paisagem duriense ou no bar Library, caso prefira o conforto do interior”.

No The Yeatman, “com o máximo rigor e exigência que caracterizam o restaurante de duas Estrelas Michelin, todas as normas e recomendações da Direção-Geral da Saúde e do Turismo de Portugal estão garantidas, para assegurar total segurança e conforto na experiência. Neste regresso faseado, como é aconselhado, o restaurante abre de quinta a sábado, no habitual horário de jantar, com início às 19h00 e última entrada às 21h00. Além da espaçosa sala principal, o restaurante disponibiliza esplanada na sua generosa varanda e ainda duas salas privadas para experiências mais exclusivas: a Tower Room, com capacidade para no máximo 10 pessoas e o Mirante, que tal como o nome desvenda oferece uma vista privilegiada sobre a cidade. Um espaço privado e romântico, que entra diretamente para a wishlist do pós-quarentena”.

The Yeatman abre loja online de vinho com 700 referências

A garrafeira do The Yeatman – hotel do grupo The Fladgate Partnership que também detém a Taylor’s – já era conhecida por ser uma das maiores e melhores do país. Agora, abre as suas portas de forma diferente, através de uma loja online que inclui cerca de 700 das suas referências. Na The Yeatman Wine […]

A garrafeira do The Yeatman – hotel do grupo The Fladgate Partnership que também detém a Taylor’s – já era conhecida por ser uma das maiores e melhores do país. Agora, abre as suas portas de forma diferente, através de uma loja online que inclui cerca de 700 das suas referências.

Na The Yeatman Wine Shop podem assim encontrar-se as sugestões de Beatriz Machado, directora de vinhos do hotel, que englobam os parceiros vínicos do The Yeatman. Está ainda disponível um serviço de aconselhamento personalizado, através do e-mail winecellar@theyeatman.com.

O comunicado de imprensa da empresa, informa também da disponibilidade de packs especiais: “Há uma secção dedicada para os vinhos do dia-a-dia que acompanham as refeições, com opções entre os 5 e os 10€, e ainda quatro packs que fazem ligação directa aos diferentes terroirs de Portugal. Dois deles, desafiam à experimentação em casa: o “Pack Ilhas” aproxima-nos do mar, explorando o território dos Açores e da Madeira e o “Pack Regiões” permite redescobrir cada uma das regiões vitivinícolas portuguesas, provando seis referências e comparando as suas características. Já os restantes dois, são ideais para oferecer: trata-se do “Pack Espumantes” e do “Pack Porto” que conta com duas referências de vinho do Porto”.

Em compras a partir de 50€, a serem entregues em Portugal Continental, os portes estão incluídos.

The Yeatman conquista 4 prémios pela World of Fine Wine

O hotel vínico de luxo venceu, pela primeira vez, a categoria geral de “Melhor Carta Regional de Vinhos do Mundo”, e revalidou os prémios de “Melhor Carta Regional de Vinhos da Europa”, “Carta de Vinhos 3 Estrelas” e “Prémio do Júri”, atribuídos pela publicação inglesa World of Fine Wine. O “Wine Book”, como é apelidada […]

O hotel vínico de luxo venceu, pela primeira vez, a categoria geral de “Melhor Carta Regional de Vinhos do Mundo”, e revalidou os prémios de “Melhor Carta Regional de Vinhos da Europa”, “Carta de Vinhos 3 Estrelas” e “Prémio do Júri”, atribuídos pela publicação inglesa World of Fine Wine.

O “Wine Book”, como é apelidada a carta de vinhos do The Yeatman, apresenta mais de 1.500 referências, das quais 97% são vinhos nacionais. Listando várias colheitas, formatos especiais, edições limitadas e recuando anos e décadas, o Wine Book procura retratar o perfil sensorial dos actuais 105 parceiros vínicos nacionais do hotel.

Jan-Erik Ringertz, Diretor do The Yeatman, afirmou que “é um orgulho receber esta distinção internacional que consolida a nossa reputação e reconhece a seriedade, o rigor e o empenho com que as equipas trabalham diariamente. Esta distinção, que se considera como a versão do sommelier das estrelas Michelin, faz adivinhar a exclusiva experiência que pretendemos oferecer a quem nos visita”. Refira-se ainda que boa parte da responsabilidade deste prémio cabe à directora de vinhos da unidade hoteleira, Beatriz Machado (à frente da equipa, na foto).

O novo menu do The Yeatman

chef ricardo costa

TEXTO: Mariana Lopes            FOTOS: cortesia The Yeatman Não é nenhuma maldição ancestral e, se disser em voz alta, os móveis não vão começar a levitar. Carta Fata é uma folha plástica transparente e preparada para a culinária (originalmente para cozinhar porco em Itália), que o Chef Ricardo Costa utiliza no […]

TEXTO: Mariana Lopes            FOTOS: cortesia The Yeatman

Não é nenhuma maldição ancestral e, se disser em voz alta, os móveis não vão começar a levitar. Carta Fata é uma folha plástica transparente e preparada para a culinária (originalmente para cozinhar porco em Itália), que o Chef Ricardo Costa utiliza no novo menu do restaurante do The Yeatman Hotel, de Primavera e Verão, que fica disponível a partir de hoje.

Com duas estrelas Michelin desde 2017, este destino gastronómico de Vila Nova de Gaia continua a subir a fasquia: “O público é o mesmo, mas vem com uma atitude diferente” – confessa o Chef, referindo-se ao período pós dupla-estrela – “para nós, a tensão é maior e a adrenalina também”. Na cozinha, a jovem (mas experiente) equipa de 14 executantes não vacila perante a pressão e essa é uma das razões que fazem deste restaurante uma referência no plano português.

Na nova carta constam dois menus, um mais extenso com nove pratos, a “Experiência Gastronómica”, a custar €160, e o “Selecção do Chef”, de seis composições em prato, com um preço de €130. A harmonização com vinho, da curadoria de Beatriz Machado (directora de vinhos) e Elizabete Fernandes (Head Sommelier), pode ser feita de três maneiras: escolha livre de entre os quase 2000 vinhos presentes no Wine Book do The Yeatman, entre a pequena selecção aconselhada para o menu, ou o pairing completo preparado pelas curadoras, que custa €70 para o menu maior e €60 para o mais pequeno. Nesta última hipótese, o perfil dos vinhos é sempre o mesmo, mas as referências variam. Richard Bowden, director de marketing, é pertinente com as palavras “O vinho harmoniza com a comida, mas também com as pessoas”.

A “Experiência Gastronómica” começa com um chá de alga Kombu (japonesa) com lúcia-lima, morno e aconchegante, para limpar e preparar o interior para a refeição. De seguida, os aperitivos: nabo apresentado como uma vieira sem o ser, mas como molho desta com matcha (chá verde moído) e ovas finger lime (uma espécie de caviar australiano de fruta cítrica), tudo acompanhado com um “cannellone” de caranguejo real; uma interpretação de frango de churrasco com arepa de milho, esferas moleculares de tomate cereja e azeitona banhadas com água gelada de tomate e, espetados em galhos num vaso com lavanda, aquilo a que chamo “nuggets Michelin” (nuggets de frango mas da alta-cozinha); e uma “marisqueira” de lingueirão, mexilhão e camarão da costa, com pérolas de tremoço e puré de amendoim.

nabo
O Nabo

A entrar no “real deal”, Chocos (ou lulas, consoante a disponibilidade) com tinta e soro de leite, um toque de queijo de São Jorge, com crocante de iogurte no topo e molho à bordalesa, e também um crocante de tapioca com tinta. Depois, o prato de Lavagante, que consiste numa sopa tom yum (tailandesa) de galanga (gengibre do Laos) com papaia, manga e o referido crustáceo, a fazer par com o mesmo em crosta de sal, kimuchi, óleo de sésamo, ervilhas, pickles e cebola, e ainda tripas “à moda de Gaia”, cozinhadas na dita Carta Fata, com feijão branco, cebolinho e molho de aves.

lavagante
O Lavagante

Em jeito de pausa, veio da cozinha um pão quente de alfarroba e malte com manteiga de vaca do Pico e azeite Quinta de Vargellas (do grupo Fladgate, onde está inserido o Hotel, a Taylor’s, Croft, Fonseca, etc.). De volta ao exercício, Raia glaceada com beurre blanc e caviar e algas. Sublimes são os Ovos The Yeatman, com cocochas de bacalhau (parte junto à traqueia do peixe), presunto, codorniz e molho Bolhão Pato. Continuando, o Leitão “quase” à Bairrada muito bem conseguido, com a pele super-estaladiça, tostada com perícia. Quase a terminar, o Arroz de Pombo à Antiga, com trufa, o prato que faz revirar os olhos, quase literalmente, pela qualidade da matéria prima (pombo francês Mieral) e pelo talento na remistura.

arroz de pombo
O Arroz de Pombo à Antiga
mirtilos
Os Mirtilos

As coisas doces, do chef pasteleiro Pedro Carvalho, são três. Carpaccio de Ananás com chá verde e gelado de piña colada, muito bem-apresentado dentro de uma metade de um coco. A seguir, um desmanchado de Mirtilo com mascarpone e Kaffir (um citrino do sudeste asiático). Para rematar, uma Tripa de Aveiro (terra natal do Chef) com pipocas e caramelo.

Ficou com água na boca?

“La Liste” mundial com 8 restaurantes portugueses

La Liste

Que ajuda usa para seleccionar um restaurante? TripAdvisor, Zomato? Os mais diversos guias (Michelin, Expresso, etc)? Livros? Revistas e jornais? E se alguém conseguisse coligir e avaliar a gigantesca quantidade de informação actualmente existente sobre o ‘valor’ de cada restaurante? Pois bem, foi isso mesmo que fez uma empresa francesa, cujo trabalho culminou no que […]

Que ajuda usa para seleccionar um restaurante? TripAdvisor, Zomato? Os mais diversos guias (Michelin, Expresso, etc)? Livros? Revistas e jornais?
E se alguém conseguisse coligir e avaliar a gigantesca quantidade de informação actualmente existente sobre o ‘valor’ de cada restaurante? Pois bem, foi isso mesmo que fez uma empresa francesa, cujo trabalho culminou no que se chama de “La Liste”. No fundo, é uma lista que leva em conta avaliações de cerca de 16.000 restaurantes de todo o mundo, hierarquizados pelo valor atribuído por um algoritmo que cruzou centenas de críticas gastronómicas (de publicações especializadas e críticos), assim como de milhões de críticas on-line, nos sites dedicados a estas matérias. As avaliações são ponderadas, com os críticos gastronómicos e chefes de cozinha a terem o maior peso. Não espere lá encontrar o seu restaurante diário, porque a lista está fundamentalmente virada para estabelecimentos de classe alta.
A lista dos melhores, actualizada anualmente, está já disponível on line mas o maior interesse da empresa – liderada pelo francês Philippe Faure – é lançar uma aplicação para dispositivos móveis, a ficar on line já no início de 2018 (versão Android). A aplicação – em várias línguas – irá ajudá-lo a escolher o restaurante conforme vários parâmetros, seleccionar a comida, fazer reservas e mais.
A pontuação está definida em percentagem, que, quanto maior for, mais valor dá ao restaurante. O mais pontuado neste momento é o Guy Savoy (Paris), com 99.75%. Dos 100 primeiros consta apenas um português, o The Ocean (em Porches, no Algarve), que conseguiu uns notáveis 97.50%. O resto da lista, com mais de mil nomes de todo o mundo, apenas lista restaurantes com 80 ou mais por cento. Além do The Ocean, Portugal tem mais sete restaurantes: Il Gallo D’Oro (Funchal, 95), The Yeatman (Vila Nova de Gaia, 94,50), Belcanto (Lisboa, 94), Vila Joya (Albufeira, Portugal 90,75), Fortaleza do Guincho (Cascais, 83,25), Henrique Leis (Almancil, 80,50) e Largo do Paço (Amarante, 80).
Pode obter mais informações no site https://www.laliste.com/laliste/world