Home-SliderNotíciaNotícias

Certificação no Tejo aumenta quase 40%

O primeiro trimestre de 2019 registou, face ao mesmo período de 2018, um aumento de quase 40% no que toca à certificação de Vinhos do Tejo. Quem o diz é a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo), precisamente a entidade a quem cabe esta missão, emitindo os respectivos selos de garantia de qualidade. De acordo com os dados, foi o maior crescimento de sempre registado até ao momento.

Nos meses de Janeiro, Fevereiro e Março de 2019 houve, respectivamente, um aumento em volume de 33,06%, 50,21% e de 31,55% de selos DOC e IGP, ou seja, de vinhos com Denominação de Origem Controlada (Do Tejo) e Indicação Geográfica Protegida (Vinho Regional do Tejo).

O maior impulsionador deste incremento foi a Adega do Cartaxo, com a marca Encostas do Bairro, que passou de Vinho (designação dada aos vinhos sem certificação, tendo já caído a expressão “vinho de mesa”) para Vinho Regional do Tejo.

Escreva um comentário