Sabores

Do vinho à cerveja artesanal

A Quinta de La Rosa foi a primeira empresa de vinhos do Douro a produzir cervejas artesanais. São duas, para já, mas no final do verão sairá a terceira: uma Stout preta

TEXTO José Miguel Dentinho
FOTOS Cortesia Quinta de La Rosa

A Quinta de La Rosa, empresa produtora de vinhos do Douro e do Porto localizada no Pinhão, decidiu abrir uma nova área de negócio com o lançamento, no ano passado, de uma cerveja Artesanal, a La Rosa IPA.
A inglesa Sophia Bergqvist, proprietária e gestora da quinta, confessa “gostar de desafios”. Daí que, há alguns anos, quando o amigo e mestre cervejeiro Richard Naisby, proprietário da Milton Brewery, em Cambridge, Inglaterra, a desafiou a fazer cerveja artesanal, aproveitando as cubas de inox da Quinta de la Rosa, achou a ideia lógica e que a cerveja poderia ser mais uma opção para o restaurante Cozinha da Clara, da empresa, aberto em 2017. Mas acabou por ser mais do que isso.

Sophia Bergqvist entregou a produção da cerveja artesanal ao irmão, Philip Bergqvist, e ao filho mais velho, Kit Weaver, de 24 anos, que teve formação em Cambridge, com Richard Naisby. Foi assim que surgiram as primeiras cervejas artesanais de quinta no Douro – a La Rosa IPA, que este ano foi apresentada em versão melhorada, e a mais recente La Rosa Lager, produzida igualmente na adega desta quinta duriense. Para o final do verão deverá sair uma Stout.

 

 

Edição Nº16, Agosto 2018

Escreva um comentário