Home-SliderNotícias

Sogrape comprou Quinta da Romeira, em Bucelas

Quinta da Romeira, Sogrape

A notícia corria há algum tempo nos corredores do mundo vínico português, mas só agora foi oficialmente confirmada. A famosa Quinta da Romeira, na sub-região de Bucelas, passou para o universo vínico da maior empresa portuguesa do sector, a Sogrape, que faz a sua primeira incursão na região de Lisboa. A Quinta da Romeira possui 75 hectares de vinha e considera-se que tem a maior folha de Arinto do país. No negócio entraram ainda as generosas instalações da quinta e uma adega de grande dimensão, onde se têm vinificado, ao longo dos anos, vinhos de marcas como Prova Régia e Morgado de Sta. Catherina.

“Entrar em Lisboa era, para a Sogrape, obrigatório. E fazê-lo através da sub-região de Bucelas é, para nós, um enorme motivo de alegria e orgulho, mas também de grande responsabilidade”, comentou Fernando da Cunha Guedes, CEO da Sogrape.

A Grandes Escolhas soube, entretanto, que o responsável técnico que irá liderar o projecto é António Braga. Este enólogo já era até agora responsável pelos vinhos da Quinta de Azevedo (Vinhos Verdes), pela adega da Bairrada, onde se faz o Mateus rosé, e tem ainda uma missão de supervisão na Quinta dos Carvalhais (Dão), trabalhando aí com Beatriz Cabral de Almeida. A Grandes Escolhas soube ainda que grande parte da estrutura de pessoal da Quinta da Romeira se irá manter.

Os mais antigos registos da Quinta da Romeira remontam a 1703, e aqui chegou a repousar o Duque de Wellington. Localizada em Bucelas, a 30 minutos de Lisboa, a propriedade tem uma área total de 130 hectares, sendo que destes tem actualmente 75 hectares de vinha em produção, estando a área restante ocupada por floresta.

Com esta aquisição, a Sogrape passa assim a incluir mais uma região no seu portefólio de vinhas/adegas (marcas). A empresa está no Douro (Casa Ferreirinha) e no Vinho do Porto (Sandeman, Ferreira e Offley), no Dão (Quinta dos Carvalhais), nos Vinhos Verdes (Gazela e Azevedo), na Bairrada e no Alentejo (Herdade do Peso). Mas tem ainda propriedades fora de Portugal, nomeadamente na Argentina, Chile, Espanha e Nova Zelândia.

Escreva um comentário