NotíciaNotícias

63 ‘ouros’ lusos no International Wine Challenge 2018

É um dos mais importantes concursos britânicos de vinhos e decorreu durante duas semanas em Londres. Apurados os resultados, os vinhos portugueses trouxeram, do International Wine Challenge 2018, 532 medalhas: 63 medalhas de Ouro, 195 de Prata, 274 de Bronze: De resto, a produção lusa trouxe ainda 242 distinções de Commended, uma espécie de selo de aprovação. No total, o concurso outorgou 486 Ouros, 2.504 Pratas, 3.150 Bronze e 3.002 Commended.

A maioria (43) dos ‘Ouros’ portugueses foram para vinhos generosos (especialmente Porto e Madeira) e foram também estes vinhos a conseguirem as pontuações mais altas. O DR Port L70 (da Agri-Roncão Vinícola), o Kopke Colheita 1958 e o Burmester Porto Colheita 1952 (ambos da Sogevinus Fine Wines), o S. Leonardo 40 Anos (Mário Braga) e o Quinta dos Murças Vintage 2015 (Esporão) – conseguiram uma formidável avaliação dos jurados: 97 pontos. A única excepção foi para o duriense tinto Quinta do Pégo Vinhas Velhas 2014, que conseguiu o mesmo valor, apenas atribuído a um número restrito de vinhos, dos milhares provados e de todo o mundo… De resto, os ouros nacionais ficaram para os tintos (16) e brancos (4).

No concurso entraram vinhos de 55 países, mas a organização não revelou no total quantos foram. Pode consultar os resultados em https://www.internationalwinechallenge.com/canopy/search.php