NotíciaNotíciasSem categoria

Adega Quinta do Casal Branco comemorou 200 anos

Adega Casal Branco faz 200 anos

A Quinta do Casal Branco, em Almeirim, celebrou, no dia 7 de Dezembro, 200 anos de produção vitivinícola e reuniu 200 convidados para um jantar comemorativo no interior da sua adega de 1817, precedido de um concerto pela Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, dirigida pelo maestro búlgaro Nicolay Lalov, na Sala dos Lagares. Construída no séc. XIX, aquela que foi a primeira adega industrial a vapor da região e que hoje produz anualmente 900 mil litros de vinho, foi palco para a apresentação das novas colheitas “Especial 200 Anos”, vinificadas pelos enólogos Joana Silva Lopes e Manuel Lobo de Vasconcellos: são eles o Falcoaria Fernão Pires 2016 Vinhas Velhas, o Falcoaria Clássico tinto 2014, Falcoaria Grande Reserva tinto 2015 e o Falcoaria Colheita Tardia 2014. Às celebrações da família Lobo de Vasconcellos, associou-se nesta data a Confraria Enófila Nossa Senhora do Tejo que, na cerimónia do seu XXXVIII Capítulo, procedeu à entronização de novos confrades.
A Quinta do Casal Branco, gerida por José Lobo de Vasconcellos, mantém-se desde 1775 na mesma família, através das várias gerações Braamcamp Sobral e Lobo de Vasconcellos, com longa experiência agrícola e especial dedicação à arte de fazer vinho. Situada na margem esquerda do rio Tejo, a propriedade com cerca de 1.100 hectares possui vinhas implantadas em solos franco-arenosos, num total de 119 hectares, destacando-se as castas das vinhas centenárias (Fernão Pires, Castelão, Trincadeira e Touriga Nacional) e as recentemente introduzidas Syrah, Merlot, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot e Alicante Bouschet. A vinificação é realizada na adega do séc. XIX, totalmente remodelada em 2004. A marca Casal Branco está, hoje, presente em 28 mercados externos (destacando-se Reino Unido, Estados Unidos, Hong Kong, Angola e Brasil), correspondentes a 91% do volume anual de vendas que, actualmente, se traduz num milhão de garrafas.

Escreva um comentário