Home-SliderNotíciaNotícias

Costa Boal expande património para Estremoz

By 22 de Março, 2021 Sem comentários

O produtor Costa Boal — com presença original em Trás-os-Montes e no Douro — entra agora no Alentejo, com a aquisição do Monte dos Cardeais, em Estremoz.

Há cerca de meia dúzia de anos que António Boal, proprietário e administrador da empresa, mostrava interesse em crescer para o Alentejo. Quando um amigo lhe falou do Monte dos Cardeais, reuniram-se as condições ideais para dar o salto: o negócio proposto incluía 10 hectares de vinha, adega e um stock de 140 mil litros de vinho, de colheitas de 2018, 2019 e 2020. Paulo Nunes, enólogo da Costa Boal, confirmou a qualidade do stock, o que foi, logo à partida, “uma segurança”. 

“Queremos manter no Alentejo a produção própria e de vinhos de nicho, pelo que a existência de 10 hectares de vinha, e adega montada, no Monte dos Cardeais, foram factores decisivos para o bom desfecho do negócio“, comenta António Boal.

Neste sentido, a Costa Boal está já a trabalhar no registo de marcas e na criação dos lotes, de modo a colocar no mercado, nos próximos meses, duas novas referências para o Alentejo, criadas a partir das uvas colhidas no Monte dos Cardeais. Maioritariamente de castas tintas, plantadas há 20 anos (Aragonez, Syrah, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot, Alicante Bouschet), a vinha de Estremoz inclui igualmente talhões de castas brancas (Antão Vaz, Roupeiro e Arinto), plantados em 2016.

Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Facebook
Siga-nos no LinkedIn

Escreva um comentário