Home-SliderNotíciaNotícias

Novo dispositivo detecta doenças na vinha

máquina para detectar doenças na vinha

Texto: António Falcão

Foto: Radio Télévision Suisse

Estamos em plena Primavera e esteve a chover durante algumas horas. Os viticultores mais avançados podem ter instalado um sistema de alerta baseado em estações meteorológicas. Mas nunca há a certeza se o míldio ou oídio vão atacar e, caso haja ataque, quando vai acontecer. O ‘quando’ é extremamente importante porque evita que o viticultor faça o tratamento demasiado cedo ou demasiado tarde. O timing aqui pode aumentar ao máximo a eficácia e evitar o uso desnecessário de produtos químicos. Além de que sai mais barato…

Para ter a certeza, o viticultor, até agora, tinha de ir à vinha pessoalmente e verificar se começavam a aparecer os primeiros indícios de doença. Um ou dois dias podem fazer muita diferença…

Tudo isto para dizer que o departamento de física aplicada da Universidade de Genève (Suíça) inventou um dispositivo que, graças a sensores laser, consegue detectar os esporos das doenças no ar. O aparelho é colocado junto à vinha e, quando detecta as doenças, avisa imediatamente o viticultor.

Jérôme Kasparian, professor, diz que o sistema é capaz de “dizer ao viticultor que começam a aparecer esporos e que está na altura de tratar”. Jean-Pierre Wolf, outro professor, afirma que “a instalação está numa fase de avaliação, mas os primeiros testes foram muito conclusivos”. O aparelho foi apresentado recentemente no 42º congresso internacional da vinha e do vinho, que decorreu em Genève e a notícia foi veiculada pelo canal suíço de TV, Radio Télévision Suisse.

Escreva um comentário