Home-SliderNotícias

Syngenta lança cinco novas soluções para proteção de culturas

By 27 de Fevereiro, 2019 Sem comentários

Para a cultura da vinha, a novidade é o AMPEXIO C, um fungicida de nova geração para controlo do míldio, contendo na sua formulação mandipropamida em mistura com oxicloreto de cobre, em baixa concentração. A mandipropamida tem perfil toxicológico favorável e não deixa resíduos nos vinhos, sendo que os principais países importadores de vinho autorizam o uso desta substância activa. A inclusão do cobre em baixa concentração na formulação do AMPEXIO C garante protecção extra da videira e das uvas contra fungos e responde às restrições impostas pela UE, que desde o início de Fevereiro limitou o uso de cobre metal a 4 kg/hectare/ano.

O AMISTAR TOP é uma nova solução da Syngenta para proteger as culturas do olival e do arroz das principais doenças causadas por fungos. Este fungicida sistémico é formulado em mistura pronta à base de azoxistrobina e difenoconazol, e tem atividade predominantemente preventiva, mas também acção curativa e anti-esporulante.

No segmento das culturas hortícolas, o CARIAL TOP é uma nova ferramenta para controlo do míldio e da alternaria, duas das principais doenças que afectam as culturas da batata e do tomate. Este fungicida contém duas substâncias activas – mandipropamida e difenoconazol –, a primeira com acção translaminar, atuando sobre o míldio, e a segunda com acção sistémica, para combate à alternaria.

Para protecção dos pomares, a Syngenta apresenta o insecticida AFFIRM OPTI, uma nova formulação do já conhecido AFFIRM especificamente concebida para o controlo de lepidópteros em culturas fruteiras, em particular do bichado das pomóideas (Cydia pomonella). Com base na substância activa emamectina benzoato, e de origem natural, o AFFIRM OPTI é adequado para programas de Produção Integrada, assegurando aos fruticultores que respeitam as exigências da cadeia de valor alimentar. O AFFIRM OPTI encontra-se em fase final de homologação em Portugal, mas já é usado em Itália e em Espanha com bons resultados na protecção dos pomares.

O COSTAR, o primeiro bioinsecticida da Syngenta à venda em Portugal, é usado no controlo de todo o tipo de lagartas em culturas hortícolas, árvores de fruto, brássicas e plantas ornamentais. Está autorizado em mais de 50 culturas agrícolas e é especialmente indicado para utilização em programas de Produção Integrada e Modo de Produção Biológico, sendo compatível com aplicação de insetos auxiliares e com a técnica da confusão sexual.

Escreva um comentário