Home-SliderNotíciaNotícias

Universo Ermelinda Freitas expande-se para o Douro

By 27 de Setembro, 2018 Sem comentários

(na foto, a Quinta de Canivães, na região de Vila Nova de Foz Côa, com o Douro em fundo)

Já é das maiores empresas da Península de Setúbal e será mesmo o produtor que mais vinhos certifica na CVR da região. Tem crescido como poucos nos últimos anos, não só na aquisição de terras e vinhas, como na enorme expansão da adega. Mas nada disso tem travado a proprietária e gestora, Leonor Freitas (e respectiva família) na vontade de investir. Este ano concretizou um sonho que, como nos confessou, já albergava há muitos anos: ter uma quinta no Douro. A oportunidade surgiu e Leonor não hesitou em adquirir a Quinta de Canivães, na região de Vila Nova de Foz Côa. Ou seja, Douro Superior. A quinta tem 30 hectares no total mas apenas 20 hectares de vinha, em bom estado. Entre os vizinhos conta-se a família Nicolau de Almeida, dos vinhos Monte Xisto. Com uma adega ‘herdada’ ainda por acabar, as uvas deste ano irão para terceiros, disse-nos Leonor Freitas. Mas é intenção da gestora terminar a adega e, quem sabe, vinificar já as uvas de 2019. O enólogo da casa, Jaime Quendera, faz parte desta ‘aventura’, naquela que poderá ser a sua primeira incursão a norte.

Leonor Freitas

Leonor Freitas, da Casa Ermelinda Freitas

Leonor Freitas disse-nos que esta aquisição complementa o portefólio da casa, especialmente para a exportação. “Muita gente lá fora nos pergunta por Douro (e não só). Agora já podemos dizer que sim, que vamos ter”, gracejou a empresária. (AF)

Escreva um comentário