Os vinhos Wine Note 2015 tinto, da Quinta de Reis, e Teixuga branco 2013, produzido pela Caminhos Cruzados, foram considerados os melhores do Dão, no 1º Concurso de Vinhos da Feira do Vinho do Dão – Troféu Eng.º Alberto Vilhena. O júri, composto por 15 provadores (enólogos, produtores e consultores) foi coordenado por Luís Lopes, director da VINHO Grandes Escolhas.

O Wine Note 2015 (preço: 23 euros) é um tinto feito com as “castas nobres do Dão”, com enologia da Vines & Wines – Consultores/Jorge Reis e que estagiou 13 meses em barricas novas de carvalho francês. “Tenho muito gosto em fazer este vinho, que só teve até agora três edições – 2008, 2011 e 2015. É o meu Barca Velha…”, explica Jorge Reis, proprietário da Quinta de Reis. “Gostei muito deste prémio, porque o júri tinha muita gente entendida e incluía outros produtores, concorrentes meus. Não há melhor do que isto.”

Quanto ao Teixuga branco 2013 (preço de venda ao público a rondar os 35 euros), é um monocasta de Encruzado cuja enologia esteve a cargo de Carlos Magalhães e Manuel Vieira. Estagiou 19 meses em barricas novas de carvalho francês. “Este prémio é um grande reconhecimento do trabalho que temos estado a desenvolver. Vermos o nosso Teixuga destacado como o melhor vinho branco do Dão é um enorme orgulho, uma vez que esta região tem uma variedade imensa de vinhos de grande qualidade”, refere Lígia Santos, produtora da Caminhos Cruzados.

Deixe o seu comentário

Please enter your comment!
Please enter your name here