Home-SliderNotíciaNotícias

World of Wine abre Porto Fashion & Fabric Museum a 28 de Novembro

By 22 de Outubro, 2020 Sem comentários

O Porto Fashion & Fabric Museum é já a sexta experiência do World of Wine (WOW), o novo quarteirão cultural localizado no centro de Vila Nova de Gaia, idealizado e construído pelo grupo The Fladgate Partnership. Com uma área bruta de 55 mil metros quadrados, o WOW inclui seis experiências, nove restaurantes e cafés, lojas, uma Escola de Vinho, um espaço de exposições e vários espaços de eventos.

A inaugurar dia 28 de Novembro de 2020, o Porto Fashion & Fabric Museum é totalmente dedicado à moda e aos têxteis e está localizado num edifício contíguo à praça principal do WOW, uma casa do século XVIII que inclui uma capela do arquitecto Nicolau Nasoni, cujos frescos foram restaurados.

Em comunicado, pode ler-se uma breve descrição do novo museu: “O Museu cose-se em duas partes distintas. A primeira versa sobre a indústria têxtil em Portugal, salientando a importância do sector no desenvolvimento da zona norte do país e na economia nacional. O visitante poderá ainda conhecer todos os passos da criação dos têxteis, desde o processamento da matéria-prima até aos acabamentos finais.  A segunda parte do museu serve de palco para a moda portuguesa, para o calçado nacional e também para a arte da filigrana, constituindo uma montra para o DNA da moda em Portugal desde os anos 80 até à actualidade”.

Também neste museu e no mesmo dia irá abrir um novo restaurante do WOW, o Mira Mira, com uma esplanada que é “um verdadeiro miradouro sobre Gaia e sobre a ribeira do Porto”. Do menu farão parte pratos “saudáveis, saborosos e nutritivos”.

Adrian Bridge, CEO do WOW, refere: “Se o vinho é o fio condutor, a verdade é que os pilares do WOW assentam no que de melhor se faz no país. Este sexto museu é mais uma mostra detalhada de um sector onde somos fortes e onde fazemos bem feito. Portugal exporta têxteis para todo o mundo e é amplamente reconhecido pela qualidade da mão-de-obra, das matérias-primas e dos produtos finais. Queremos sublinhar o talento português, reconhecendo os criadores já conceituados e dando espaço aos novos talentos”.

Escreva um comentário