Home-SliderNotíciaNotícias

Já pode fazer visitas virtuais à duriense Quinta do Pôpa

By 14 de Maio, 2021 Sem comentários

No dia 11 de Maio, a duriense Quinta do Pôpa — dos irmão Stéphane e Vanessa Ferreira — reabriu o seu enoturismo, não só na forma de sempre, presencial, como num formato bastante inovador neste sector: visitas virtuais.

Totalmente gratuita, a visita virtual permite, nesta primeira fase, fazer um tour pela adega, sala de cascos, garrafeira, e até fazer compras na loja de vinhos. A partir do mês de Agosto, haverá também a possibilidade de fazer tour virtual pelas vinhas, e de aceder a tudo isto através do QRCode apresentado nos novos contra-rótulos dos vinhos da Quinta do Pôpa, além do acesso pelo site do produtor. O objectivo é captar a atenção dos visitantes durante todo o ano, com novidades permanentes e também com recurso a vídeos. Adicionalmente, os clientes que se inscreverem como membros do Pôpafriends Wine & Club, no site, receberão lembretes destas mesmas actualizações.

Esta foi uma iniciativa de Vanessa que, em conjunto com a equipa de enoturismo e digital da Quinta do Pôpa, desafiou as empresas 360 Unit e Pelican Bay, especializadas em plataformas digitais, a desenvolver o projecto.

As visitas virtuais da Quinta do Pôpa, embora gratuitas, apelam à consciência social: o produtor convida a ajudar a Associação Bagos d’Ouro com um donativo directo. A Bagos d’Ouro dedica-se a promover a escolaridade e o bem-estar social das crianças e jovens do Douro, que nem sempre têm acesso a uma educação formal.

Para Stéphane Ferreira, as visitas virtuais são mais um passo no caminho de uma oferta integralmente sustentável, que prevê atingir em cinco anos: “Com esta ferramenta, vamos poder chegar a mais pessoas, na partilha da nossa história e dos nossos vinhos, sem que tenham de viajar até nós no imediato. A transformação digital desembrenha um papel significativo no desenvolvimento sustentável e tem um enorme potencial de contribuir para a proteção dos ecossistemas, e na proximidade das diferentes comunidades”.

Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Facebook
Siga-nos no LinkedIn

Escreva um comentário