Home-SliderNotíciaNotícias

Primeiro trimestre de 2020 foi estrondoso para exportações de vinho, em alguns mercados

By 4 de Junho, 2020 Sem comentários

As exportações dos vinhos portugueses atingiram os 185 milhões de euros, entre Janeiro e Março de 2020. Isto significou um aumento de 2.1% em valor e, no mesmo período, de 4.4% em volume. Estes são os mais recentes números partilhados pela ViniPortugal, associação interprofissional para a promoção internacional dos Vinhos de Portugal.

Quanto aos mercados em concreto, foi nos chamados países terceiros que se verificou um grande aumento de 22.8% em valor, para cerca de 99 milhões de euros, em contraste com a queda na União Europeia de 14.4%. No período em análise, os países que apresentaram crescimento de dois dígitos, como destinatários dos vinhos de Portugal, foram a Coreia do Sul (44.2%), México (34.7%), EUA (18.8%), Japão (15.4%) e Canadá (12%). Na União Europeia, foi a Suécia que se destacou positivamente, com um crescimento de 26% em valor. As maiores quedas verificaram-se, no entanto, na Dinamarca (-23.4%), China (-29.7%), Macau (-52.1%) e Rússia (-36.6%).

Já no que toca ao preço médio, a campeã é a Coreia do Sul, que importa vinhos portugueses a uma média de €6.21. Segue-se Hong Kong (€5.82), a Dinamarca (€4.59) e Macau (€2.92).

Ainda sobre a queda na União Europeia, esta verificou-se menos na categoria Espumante, que apenas caíram -5.1% em valor. Para contrastar, as “bolhinhas” tiveram um crescimento muito elevado nos países terceiros, de 57.2%. Destaque, nos mercados de exportação de espumantes, para Angola (573 mil euros), EUA (154 mil euros) e Brasil (136 mil euros). Os crescimentos mais significativos no primeiro trimestre do ano, face ao mesmo período em 2019, ocorreram em Angola (+473%), Noruega (+110%) e Suíça (+84,8%).

Escreva um comentário