Home-SliderNotíciaNotícias

“São Luiz” é nova identidade do Douro Kopke

By 15 de Junho, 2021 Sem comentários

TEXTO: Luís Lopes

A Sogevinus é um dos principais grupos de vinho do Porto e do Douro, com referências clássicas como Kopke, Barros ou Burmester, para além da famosa Quinta da Boavista, adquirida em 2020. A Kopke, fundada em 1638, é a mais antiga casa de vinho do Porto e talvez por isso tem sido muito difícil dissociar os vinhos Douro que também produz (alguns de elevadíssimo nível como os Winemaker’s Collection ou o Vinhas Velhas) da identidade Porto. Algo que a Sogevinus quer ver resolvido de vez e, para tal, nada melhor do que ligar os Douro à emblemática Quinta de São Luiz, onde são produzidos e de onde vêm boa parte das uvas que lhes dão origem. 

Assim, a partir deste mês de Junho, chegam ao mercado os primeiros São Luiz, para já os vinhos de entrada de gama, branco e tinto (€7,49). A mudança de nome e imagem cortam com o passado, assumindo agora os clássicos muros brancos da Quinta e a assinatura “Douro sublinhado”, mas não enjeitando a origem Kopke, cujo símbolo se mantém na rotulagem. 

As alterações vão além do nome e dos rótulos: a Sogevinus quer apostar fortemente nos vinhos Douro e por isso a linha São Luiz (que vai absorver nos próximos meses os antigos Kopke Reserva, Winemaker’s Collection e Vinhas Velhas) vai ser objecto de considerável investimento em comunicação e marketing a partir de setembro. 

Em resumo, e segundo os responsáveis da Sogevinus, os objectivos desta profunda mudança são três: libertar os Douro da Kopke do “peso” vinho do Porto, através de uma marca autónoma; honrar o “terroir” da Quinta de São Luiz; e promover reconhecimento de marca, vendas e rentabilidade. 

Siga-nos no Instagram
Siga-nos no Facebook
Siga-nos no LinkedIn

Escreva um comentário